12/01/2018

[Resenha] Chronus | Joana Santos Silva

Chronus

Autor(a): Joana Santos Silva
Editora: Chiado
Páginas: 122
Resenha por: Larissa
Avaliação: 4/5
Compre: Cultura / Editora

*Livro cedido pela autora para resenha


Sinopse: Tempo: ladrão ávido de momentos, que nos torna obsoletos e nos embala até ao derradeiro sono numa contagem decrescente onde só a ele cabe a palavra final, condenando-nos ao esquecimento do que passou e à sofreguidão do que estará para vir.

Em "Chronus" trata-se o tempo por tu e, a cada virar de página, encontramos histórias de solidão, paixão, saudades, verdades e catarses, numa simbiose perfeita onde não se pretende fazer uma rutura com o tempo mas antes imortalizá-lo através da poesia, erguendo memórias e redescobrindo eternidades, convidando o leitor à reflexão e a uma viagem ao passado para encontrar uma promessa de futuro numa cumplicidade que só o que nos une permite.

Resenha: "Chronus" é o segundo livro de poemas da autora Joana, e cada vez fico mais encantada com o poder desta mulher para com a escrita.

"Sou Poeta do que sou / Do que fui, do que cresci sendo / De uma humanidade que se vai perdendo / Do que vejo em sonhos que o tempo levou."

Neste livro iremos encontrar poemas dos mais diversos temas, como amor, saudade, tempo, entre vários outros.

Um poema que gostei bastante foi "Fracos humanos", onde a autora fala, em forma de poema, sobre a tristeza dos campos de concentrações. É triste, duro, mas foi real, infelizmente.

"Clandestinos pedem salvação / Irmãos assistem à desgraça / Fruto de desilusão / De não ser da mesma raça"

Outro poema que me chamou bastante a atenção foi "Velhos", onde Joana fala sobre a velhice e a tristeza que é ser abandonado ao envelhecer. Também é outro tema triste, mas que infelizmente acontece aos montes por aí.

"Carregam mágoas passadas / De um fardo do seu corpo / Que para alguns já está morto / Mas custam ser carregadas."

A autora cita bastante em seus poemas deuses gregos, como Nix, Hefesto, Hades, Perséfone, Chronus, Éolo. Alguns eu já tinha ouvido falar, outros, porém, conheci através desta obra e fui pesquisar.

Enfim, é um livro muito bacana tanto para quem gosta de poemas quanto para quem ainda não está muito adaptado ao gênero ou quer começar a ler. Indico demais!

20 comentários:

  1. Oie
    Achei interessante os temas dos poemas, gostei e fiquei com vontade de conhecer a obra.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Gosro muito de livros sobre poemas e esse chama a atenção por abordar vários temas. Me parece ser uma leitura muito agradável e sensível.

    ResponderExcluir
  3. não sou muito fã de livro de poemas, mas esse parece ser muito legal. Um super beijo!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Tudo bom?
    Não sou muito da de poemas, mas por abordar temas tão variados, achei interessante
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. amo livros de poemas gostei bastante de conhecer esse livro anotei o nome foi pra lista

    ResponderExcluir
  6. Fiquei bem interessada no livro, amo livro de poemas.
    Pelo jeito o livro tem poemas com temas bem variados, a leitura parece ser bem agradável.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  7. Parabéns a autora, gostei muito da resenha esse livro seria um livro que certamente pararia para ler pelo conteúdo atrativo. Que bom q vc fez a resenha até então eu desconhecia a autora.

    ResponderExcluir
  8. oi!
    Não conhecia a autora, gostei do livro e da capa. A historia é otima ;)
    bjo

    ResponderExcluir
  9. Uma boa indicação! Eu gosto de poemas. Deve ser uma ótima leitura!

    ResponderExcluir
  10. Os livro da Chiado estão cada vez mais lindo, adorei a capa.
    Confesso que não sou muito fã de poemas. Mas, a sua resenha está encantadora, parabéns!

    ResponderExcluir
  11. Nossa, adorei o tema desse livro.."condenando-nos ao esquecimento do que passou e à sofreguidão do que estará para vir." - Uau...

    ResponderExcluir
  12. Bem legal livros que tem mitologia em seus enredos. Eu confesso que poemas não é um gênero que leio com frequência mas esse livro aprece bem legal, principalmente por falar de deuses! Valeu a dica!

    ResponderExcluir
  13. Não sei porque mas eu não consigo ler livros de poemas/poesias. Eles não me prendem tanto assim. Achei esse que você indicou bastante diferente e vou ate tentar ler.

    ResponderExcluir
  14. Eu amo poemas, já quero esse livro!

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?

    Sou uma dessas pessoas apaixonada por poemas, então creio que esse livro seria um prato e cheio para mim. Gosto da delicadeza e das palavras que chegam ao nosso coração. Adorei a sua resenha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oiiie,
    Eu não conhecia o livro ainda e eu gosto sim de poemas então minha experiência com o livro seria ótima obrigada pela sugestão <3

    ResponderExcluir
  17. Não costumo ler livros assim, mas achei os poemas lindos.

    Beijinhos <3 Blog Tanamoda / CK Designs / Rede Natura

    ResponderExcluir
  18. Tenho uma certa restrição com poesia porque eu, muitas vezes, não consigo aprecia-las de verdade, mas os versos que você citou me passaram uma delicadeza com as palavras tão grande que fiquei tentada a ler...
    Quem sabe?

    Degradê Invisível

    ResponderExcluir
  19. Oie, tudo bem? Livros de poesia sempre me chamam atenção. Muitas vezes fico curiosa em descobrir no que o autor estava pensando quando escreveu determinada estrofe. Ainda não conhecia esse livro mas gostei da indicação. Ótima resenha. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  20. Eu adoro livro de poemas, acho maravilhoso ler sobre o assunto e é um dos gêneros que mais gosto. Adoraria ler e vou procurar comprar esse livro para ver se gosto.

    ResponderExcluir